Me refiz em cores

image

A noite chegou e de mim retirou todas as cores, deixou meu chão, minhas paredes, meu teto e meu corpo sem cor. Nem preto, nem branco ou cinza lá havia.

Corri para o espelho buscando provar a mim mesma que ainda existia.

Parei.

Encontrei no reflexo um corpo, porém não me achava ali.

Então encarei aquela versão sem vida do que um dia fui eu. Mirei os olhos reflexivos e muito rapidamente vi uma luz, fora breve, porém algo aconteceu.

Tive uma idéia.

Peguei minha gaveta da bancada e voltei para o espelho. Nela havia canetas e canetinhas, lápis, giz, tintas e pincéis.

Comecei com o branco. Dando uma base para o que estava por vi.
Então o vermelho iniciando no lado esquerdo do peito em um grande circulo. Dali saia-se linhas curvas em todas as direções.

Salpiquei verde, trazer esperança ao meu desespero incolor. Amarelo para iluminar mais a vida.

E assim fui, trazendo cada cor para a pele, e seu significado para meu interior.

Misturei tudo, criei novas cores, e quando terminei, percebi ter transformado eu e meu redor num enorme arco-íris.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s