Conversa de passarinho

tumblr_mhtgpnlwmt1s4fukto1_500

– Por isso preciso ir, passarinho. Sinto-me preso.

– Mas eu não lhe prendo, passarinho. Vou contigo, também sei voar.

– Acho que eu me prendi a você, passarinho. E só sei ser solto.

Silêncio

– Amar é ter que escolher. E escolher é sempre perder.

– Ser livre é ter poder para escolher. Se é livre, por que perde?

Silêncio

– Voar junto é difícil, passarinho. Há dor que não sei conter.

– Há alegrias também, passarinho. Só saber ver.

Silêncio

– Por que demora tanto a partir?

– Se vou, tenho o mundo. Porém, estarei trancado longe de você, passarinho.

– Sim, passarinho.

– Talvez essa seja a pior prisão que existe.

Silêncio

– Deixo-te ir, passarinho. É a maior prova que tenho para dar, de que amar é liberdade também.

E o passarinho voou, dessa vez, sozinho.

Samyres Freitas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s