Um cadeado para guardar boas memórias e deixar livre o coração

tumblr_lgmhcv3T1Q1qd7yxno1_500

 

Quando você foi embora, peguei o cadeado que me deste para colocarmos naquela ponte em Paris, que contia dizeres que prometiam felicidade eterna, e tranquei meu coração. Dessa forma, por mais que sua presença não mais havia, não deixei que sua essência partisse.

Impedi também que qualquer outro entrasse e como consequência; os nossos vídeos feitos a cada encontro continuam em cartaz por todo meu pensamento sem previsão de estreia de qualquer novo filme, e as promessas ditas ao longo das noite mais frias, ficaram como verdades absolutas pela minha biblioteca, que não permite que seja escrito qualquer nova linha de memória.

Quando você foi embora, falaste para que eu pegasse o que eramos e guardasse num esquecido armário ou num inabitado sótão do meu pensamento, porém em todas as vezes que recolhi toda a bagunça da gente e tentei enfim guardá-la, não consegui manter a porta fechada e logo você de novo irrompeu dentro de mim.

To precisando achar logo a chave do cadeado para tirá-lo do espaço (nada pequeno) que você ocupa no meu coração e ver se assim consigo trancar nossas lembranças em tal esquecido armário, pelo menos eu sei que se preocupara em comprar um de qualidade para que durasse eternamente naquela ponte em Paris mas que agora servirá para quando eu nos guardar.

E se um dia quiser voltar, traga a cópia da chave que fizeste e ficara com você, pois a minha guardarei junto com as nossas boas memórias.

Camila Fernandes

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s