Faz de conta

5432110168_99ea7f5a6b_z_large

Era uma vez e resolvi brincar de amar, sem saber quão perigoso poderia ser.
Como pirata aventurei-me nos mais profundos mares do seu olhar, e lá encontrei o mais belo tesouro.
Fingir ser piloto de fórmula 1, corri e derrapei pelas as curvas do seu corpo.
Desbravei, como explorador, as mais longínquas terras de seu pensamento a fim de entendê-la, meu bem.
Brinquei de ser príncipe e cavaleiro e fiz de você a princesa da minha vida.
Contudo, como todo faz de conta, fizestes de conta que era minha. E quando fui ver chegou-se o fim da história, e o que era doce se acabou. E por ser final, não foi feliz.

Camila Fernandes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s