Coisas que aprendi viajando

 Imagem

   Aprendi viajando que o melhor da Shanzelize é uma cafeteria numa das ruas transversais. Esquece a Galeries Lafayette, senta pra um chocolate quente que não há nada mais gostoso. Em Barreirinhas, no Maranhão, se você quiser almoçar, deite numa rede depois. Alguns restaurantes disponibilizam essas redes, principalmente os perto de praia. Quando for ao Peru não beba muito pisco sour ou você ficará bêbado numa lojinha de conveniência no meio da tarde. Aprendi que se quiser um bom casamento, vá ao Museo Larco e como eu, tenha o sonho de concretizar sua união lá. Aprendi que na Alemanha as pessoas vão nuas a saunas mistas. Tente não se assustar. Muito. Aprendi umas palavrinhas em checo, que nunca pronunciei direito. As pessoas mais simpáticas se encontram no Chile. E deus mora na Áustria, mais especificamente em Innsbruck.

O Rio Danúbio não é azul. E uma cidade de memória é Berlim. Aprendi que viajar de carro é encontrar paraísos na estrada. E se até Hobsbawn já foi à Parati, você que mora perto deveria ir todo fim de semana. Aprendi que o sotaque espanhol mais bonito é o da Bolívia, mas pra isso não precisei viajar até lá (amigo se sentirá contemplado). Aprendi que também quero ter diários de motocicleta. Aprendi o que a professora de antropologia tentava ensinar. Entendi que quanto mais viajo, mais preciso viajar. E que o lugar mais bonito do mundo existe em cada esquina do planeta.

 

Samyres Freitas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s