Meu longo trajeto

Imagem

   Poderia ter sido uma viagem ao México de burrinho. Mas não, foi da faculdade até a minha casa, de ônibus. Posso eu reclamar das injustiças dessa cidade (nada) maravilhosa, onde não se consegue transitar depois das quatro da tarde? E daí que tinha manifestação na Primeiro de Março? Eu não culpo a manifestação pelo meu perrengue. Culpo o prefeito e o governador. Mas isso é pra ser um conto, então que continuemos o desenrolar da história.

   Entrei no ônibus mais lotado da cidade. Daqueles que você se funde com desconhecidos de tão apertado. Daqueles que as pessoas nos carros vizinhos te olham com pena. Estamos em pleno outono e eu morria de calor. Nem uma brisa intoxicante de poluição para me deixar respirar. Inspirei, não veio ar. Mas eu não ia desmaiar ali, eu me recusava a perder a consciência, até porque não tinha onde cair.

   Fechei os olhos e procurei pensar em coisas bonitas. Fiz um esforço enorme já que o pessimismo tomava conta de mim. Pensei na minha viagem ao Peru, na minha prima bebê linda, nas minhas boas notas na faculdade, em como seria o mundo na Paz Perpétua. Nada. Estava quase desistindo de me acalmar quando algo escorregou para minha memória. Uma noite qualquer na qual dormimos juntos. Dormimos mesmo. Eu estava quase no quinto estado onírico nos teus braços ganhando um cafuné. Pronto! Eu foquei naquele cafuné. Acho que me concentrei tanto que poderia estar sentindo-o de verdade.

   Mas na verdade era uma senhora mexendo no meu cabelo. Quando olhei para ela, perguntou se eu estava me sentindo bem, se eu queria uma garrafa d’água. Eu devia ter deixado transparecer meu estado esgotado. Aquela senhora encheu meu coração de alegria. Como a solidariedade de alguém pode mudar o dia pra melhor. Eu continuei com raiva do prefeito, mas por hoje, eu ia me concentrar apenas nos olhos sinceros daquela senhora. E no carinho gostoso que foi meu cafuné.

 

Samyres Freitas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s